Os alicerces do atual sucesso esportivo e estabilidade financeira da Sociedade Esportiva Palmeiras estão sustentados por um dos principais pilares da gestão do Palmeiras nos últimos anos, a profissionalização, que vem sendo defendida pelo Grupo Fanfulla desde a sua fundação.

Já a política do bom e barato e as gestões amadoras defendidas pelo sistema nos levaram as vexatórias quedas de 2002 e 2012 , alem da falência financeira. Sistema este que, por meio de seus poderes, inviabilizou a profissionalização integral.
Para leigos e arcaicos, palavras como SAP e FIDC não fazem parte de seus limitados dicionários e seus conceitos demandam incontáveis reuniões para serem entendidos. Par eles, marketing esportivo limita-se a patrocínios de camisa e não incluem outras formas de divulgação da marca e geração receitas, como programa eficiente de sócio torcedor, TV Palmeiras, licenciamentos e etc….

Defendem corte de custos e a prioridade em detrimento da geração de novas receitas que elevarão a entidade a um patamar de atratividade superior aos rivais. Não entendem os benefícios de terem a nossa marca e de nossos parceiros vinculadas a celebridades internacionais.

Os profissionais contribuem diariamente para estabilização do atual sucesso esportivo, através da gestão do carro-chefe, o futebol, na viabilização de novas receitas e no gerenciamento dos produtos financeiros que sustentam a estabilidade da entidade.  A continuidade do círculo virtuoso depende da manutenção e do incremento da profissionalização.

Se seguir o conteúdo de seu programa de governo, o atual presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, não cederá às pressões do sistema, contando com o apoio total do Fanfulla para manter e avançar na profissionalização.

GRUPO FANFULLA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *